Latest Tweets:

Em Calhetas

Moni Abreu:

Delicioso poema sobre como é estar perdido.. dentro de si mesmo…

Originally posted on Pelo Retrovisor:

Em meio a pedras e arvoredos

Longo caminho tortuoso

De tantas perdas e perdidos

Esconde lugar venturoso

.

Dáguas calmas, muito salgada,

“Lugar belo pra se namorar”

Sonho em pleno dia, acordada

Com o meu bem do lado de lá

.

Chuva doce vem banhar o mar

O céu e a nuvem me comentam

Encon…

View On WordPress

Obrigação e devoção

Até onde vai a sua religiosidade? : Obrigação e devoção

Cuidou de tudo nos mínimos detalhes. Poliu a pátena e o cálice de prata, ajeitou o missal, trocou a trilha de linho branco bordada, renovou as flores, emparelhou as galhetas de vinho e água, pôs tudo nos lugares certos. Mas ela gostava mesmo era de se deter na santa imagem. Era sempre como último afazer antes de ir pra casa. Aquele crucifixo de um metro e setenta era um relicário. Polia tão bem o…

View On WordPress

SHOW: O Choro do Tom

Selvagem. Arrebatador. Insinuante. A genialidade de Tom Jobim numa seleção musical bem estudada e de vibração exultante, um Tom acima.

SHOW: O Choro do Tom

Selvagem. Arrebatador. Insinuante. A genialidade de Tom Jobim numa seleção musical bem estudada e de vibração exultante, um Tom acima.

Tarde lá fora

Quando cheguei ela estava sentada na última mesa do canto. Visivelmente impaciente, tamborilava ela os dedos finos, ágil e ruidosamente, sobre o tampo de madeira.

Tarde lá fora

Quando cheguei ela estava sentada na última mesa do canto. Visivelmente impaciente, tamborilava ela os dedos finos, ágil e ruidosamente, sobre o tampo de madeira.

Desdita

Desdita http://wp.me/sfwsm-desdita

Levantou cansada da rede puída. Tomou da velha caneca de alumínio e pôs de chofre os dois últimos goles do café ralo e morno pra dentro. Gritou, sem muito ar, aos dois filhos a vaguear: cês, meninu, vão ali na comadre e chame pra vossa mãe, que fico aqui esperando… Despachou-os e os viu cruzar a porteira derrubada. Passou quieta pelas três filhas a fazer potinhos de barro na beira do poço,…

View On WordPress

*1

(Source: luizcarioca)

CoiSas QUe aConTecEm… turned 3 today!

CoiSas QUe aConTecEm… turned 3 today!

(Source: assets)

Tirania

Tirania http://wp.me/sfwsm-tirania

- Rivoli!

Desce sorrateira a menina da amoreira. O cão se achava já com ela, pronto ao chamado sussurrado. Orelhas em prumo, olhos vívidos, aguarda a ordem iminente. A pequena ajoelha-se, passa as mãos pelo torso do animal, sibila apontando o indicador no horizonte:

- Pega, Rivoli!

O fiel sai em debandada suave, mantendo-se silencioso. Ao chegar ao pé de goiaba, dispara latidos e rosnados,…

View On WordPress

Ocaso

Ocaso http://wp.me/sfwsm-ocaso

Lá de cima a vista era linda. O vento soprava e acoitava a face e, mesmo que em brandas ondas, fazia o corpo dela recordar a imensa dor. Ela via o mar. A musica das ondas chegava aos seus ouvidos e a transportava para uma sensação melhor. No entanto, o mundo era grande e ela, muito pequena.

Suas mãos doíam, seu corpo doía e o pouco calor do sol que se punha, fê-la despir-se buscando um aconchego…

View On WordPress